Crítica: (Des)encanto funciona quando quer ser crítica e ácida, mas vacila no humor

Depois de ir ao futuro com Futurama e acertar no presente com Os Simpsons, Matt Groening decide voltar ao passado com (Des)encanto. E em sua primeira série de animação desenvolvida para a Netflix, ele enfrenta aqui, um vilão imbatível e assustador: o monstro da expectativa. Não é fácil ser a irmã mais nova da série […]

O post Crítica: (Des)encanto funciona quando quer ser crítica e ácida, mas vacila no humor apareceu primeiro em Série Maníacos.

Continue lendo Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!