Comprada pela AT&T, HBO muda o discurso e adota a estratégia da Netflix

Faz apenas 3 meses que Casey Bloys, o chefe de programação da HBO, criticou publicamente o que chamou de “bolha do entretenimento” – o gasto desenfreado de empresas como Netflix, Amazon e Hulu para produzir séries muito variadas e de “qualidade mediana”. O que o executivo talvez não imaginasse, porém, era que a compra da Time Warner pela AT&T, aprovada no mês passado, fosse obrigá-lo a mudar o tom do discurso de maneira tão radical em tão pouco tempo.O investimento de US$ 85 milhões na aquisição, que engloba a HBO, veio acompanhado de uma ordem expressa: redefinir imediatamente a estratégia Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!